Last updated on | Alinhamento Estratégico

Directrizes OKR: Como Definir E Atingir As Suas Metas

by Luís Gonçalves
Directrizes OKR

Directrizes OKR

Primeiramente introduzidos nos meados dos anos 80, OKRs são uma metodologia de definição de metas, que continua a ser usada hoje por muitas empresas, incluindo a Google e Intel. Foi desenvolvida por Andy Grove da Intel e Gary Kennedy da Oracle. Avançando rápido para o presente, OKR tornou-se numa sólida estrutura a ser implementada por empresas líderes em todo o mundo. Se quer acelerar muito o crescimento da sua empresa, faz sentido seguir a mesma estratégia que outras empresas de sucesso seguem, certo?

Objetivos e Resultados-Chave (OKRs) parece ser uma ferramenta de gestão muito eficaz, subscrita por muitas organizações, que não a trocariam por nenhuma outra estratégia de definição de metas.

Mas o que torna as OKRs tão poderosas? E como pode aplicá-las à sua equipa, de modo a potenciar o crescimento da sua empresa?

Quando aplicada de forma consistente, as OKRs podem melhorar significativamente as hipóteses de atingir as suas metas e produzir colaboradores de performance top, que estejam altamente envolvidos e motivados.

As Melhores Práticas OKR  

Definir menos objectivos de uma vez

Quando se definem metas, é fácil ficar-se entusiasmando e enumerar o máximo de objectivos possível. Ter muitos objectivos pode levar a uma certa confusão e falta de foco por parte dos seus colaboradores. O número ideal de objectivos por OKR está entre 3 e 6.

Recorde-se que OKRs são a curto-prazo (normalmente três-seis meses). Assim, tem de ter tempo para trabalhar nos seus outros objectivos. Dar prioridade aos objectivos mais importantes. Ter muito na sua lista pode levar a um burnout por parte dos seus colaboradores e, consequentemente, a menos realizações.

OKRs trimestrais funcionam melhor para a maioria das empresas.

Comparativamente a outros períodos de tempo, definir OKRs trimestralmente é o ideal, pois 3 meses não é tempo suficiente para prevenir que mudanças tomem lugar, e não é um tempo muito curto para atingir algum resultado significativo.

OKRs anuais também são importantes.

Para além dos OKRs trimestrais, seria benéfico para a sua equipa ter OKRs anuais. Estas devem ser compostas de metas ou objectivos de alto nível e têm de reflectir a missão e visão da empresa.

Cada objectivo deve ter Resultados-Chave.

Depois de determinar os seus objectivos, o próximo passo é identificar os KRs para cada um. Estes são resultados mensuráveis, que lhe permitem saber se atingiu ou não os seus objectivos.

OKRs têm de ser mensuráveis.

Definir OKRs quantificáveis é essencial, para assegurar que tem meios de medir e acompanhar o seu progresso. Saber quais são as suas metas e criar um processo para medir o cumprimento dessas metas para a sua equipa inteira, é ter um entendimento claro do que está a funcionar e do que precisa de ser feito. Isso também faz com que os membros da sua equipa se concentrem em coisas que conduzem a melhores resultados.

OKRs têm de estar ligadas ao tempo.

OKRs não são feitas para durar. Devem ter uma data clara de finalização. Isto não é apenas para incutir um sentido de urgência, mas, mais importante, é para parar de adiar tarefas importantes, definir uma data para medir resultados e focar em tarefas de alta prioridade de uma forma oportuna. Ter uma data-limite permite à sua equipa realizar mais e trabalhar mais.

As melhores OKRs são quase atingíveis.

Uma pontuação de 100% em OKR não indica sucesso. Significa que a sua equipa jogou pelo seguro ao definir objectivos facilmente atingíveis. Proponentes da OKR sugerem um meio-termo – o ponto médio entre o impossível e o atingível. Assim, uma pontuação de 60 ou 70% é considerada muito boa.

Os objectivos são baseados em dados históricos.

Não se criam objectivos a partir do nada. Para além de assegurar que as suas metas estão alinhadas com a missão e visão gerais da sua empresa, também devem estar baseadas em factos. Quando se definem OKRs, devem ser tidos em conta dados históricos e tendências. Desta forma, pode efectivamente definir metas ambiciosas, mas atingíveis, e desafiar a sua equipa.

As melhores OKRs são inspiradoras.

Ainda que os suas OKRs sejam desafiantes, devem igualmente inspirar e motivar os membros da sua equipa, de forma a que eles estejam dispostos a ser levados aos limites e a trabalhar arduamente para contribuir para o sucesso da empresa. Pode inspirar os seus colaboradores, criando OKRs que apoiem the big picture (metas organizacionais), que claramente beneficiam tos seus colaboradores e têm passos definidos, accionáveis.

Segue uma missão clara.

Quando criar os seus objectivos, é importante que pense sobre uma razão específica do porque é que quer atingi-los. É importante que OKRs estejam alinhadas com a missão da sua empresa. Pergunte a si próprio – ajuda a empresa a crescer? Ajuda a melhorar a vida dos clientes? E ajuda ao crescimento da equipa?

Cada membro da equipa deve ter uma OKR.

Para uma OKR ser efectiva, precisa de ser criada e tida por um indivíduo e, posteriormente, avaliada pelo gestor. Ambos devem acompanhar as OKRs dos membros da equipa, para assegurar que os objectivos estão a ser atingidos.

Ter objectivos ambíguos, sem ter em conta as partes interessadas, nunca ajuda e pode simplesmente conduzir a realizações pobres. Definir metas multi-nível numa organização é essencial para a eficácia dos OKRs.

  • Nível individual – um colaborador tem OKR
  • Nível de equipa – a equipa tem OKR (colaboradores e seus gestores)
  • Nível da empresa – a liderança-chave ou equipa de gestão e CEO – Tu – têm OKR

Como gestor ou líder da sua empresa é vital que procure a aprovação dos membros da equipa, de modo a que OKRs sejam efectivas. Quer solicitar o seu feedback e as suas sugestões e dar-lhes poder para contribuírem mais para o sucesso da sua equipa.

Empresas que definem os seus OKRs publicamente, geralmente, têm as taxas mais altas de sucesso, porque os objectivos individuais e os resultados-chave estão a ser avaliados pelos seus gestores e pares.

Especialistas OKR concordam que uma melhor performance é conseguida em equipas que definem metas com contribuidores multi-funcionais. “Metas que são públicas para toda a empresa obtêm mais 10.4% de check-ins do que metas privadas.” Diz o CEO Kris Duggan da BetterWorks.

Esqueça a hierarquia. Uma pesquisa descobriu que os colaboradores verificam as metas dos seus gestores 20% mais vezes do que as suas próprias metas. Isto significa que as pessoas valorizam a transparência e a prestação de contas e esperam que a sua equipa de gestão tenha uma atitude recíproca.

Imagine uma empresa a trabalhar em harmonia para atingir metas unificadas. É o que a OKR pode fazer pela sua empresa.

THE ULTIMATE OKR GUIDE

Quer saber mais sobre os OKRs? Escrevemos um white paper que resume tudo o que você precisa saber para começar a usar OKRs na sua empresa! Não espere mais e faça o download do seu white paper agora.

Download o White Paper

Se gostou deste artigo, de uma olhada às páginas de produtos e serviços da minha empresa evolution4all. Nós oferecemos formação Agileconsultoria Agileformação OKRconsultoria OKR, formação em inovação e consultoria em inovação.

Com a minha equipa, criei 5 produtos: High Performing TeamsScrum Team CoachScrum Master MentoringOrganisational Mastery and the External Business Accelerator.

Luís Gonçalves

About Luís Gonçalves

https://plus.google.com/u/0/+LuisGonçalves1979

Luis Gonçalves is an Entrepreneur, Author & International Keynote Speaker. He works with Senior Executives to implement his ‘Organisational Mastery’ system so they can greatly increase the effectiveness and efficiency of their organisations; enabling them to become recognised and highly rewarded Leaders.

Comments

Share your point of view

X